Bem vindo!

Bem vindo!

INSTAGRAM



Instagram

Seguidores

Apesar de tudo

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


















Apesar de tudo, continuamos amando,
e este "apesar de tudo" cobre o infinito.
Esta frase do filósofo Cioran expressa a extensão
dos nossos obstáculos amorosos.

Apesar de termos acreditado na eternidade

dos nossos sentimentos e depois descobrirmos
que nada mantém-se estável por muito tempo,
continuamos amando.

Apesar de termos sofrido noites inteiras

por amores que não se concretizaram
ou que foram vagos ou pueris,
continuamos amando.

Apesar de termos sido rejeitados,

apesar de o nosso amor não ter sido suficiente
para encantar o outro e fazê-lo permanecer
ao nosso lado,
continuamos amando.

Apesar de todos os livros escritos,

todas as sentenças filosóficas,
todas as análises terapêuticas
e todos os exemplos de paixões falidas,
continuamos amando.

Apesar de não termos mais 15 anos

e estarmos numa idade em que os outros
acreditam que o nosso coração envelheceu,
continuamos amando.

Apesar de a pessoa que a gente ama

sentir por nós um amor de amigo,
um amor fraterno, um amor camarada
que nada faz lembrar o amor ardente
que a gente deseja e sonha,
continuamos amando.

Apesar de a gente saber que o amor acaba,

que o amor talvez nem seja pelo outro,
mas apenas uma projeção do amor
que a gente tem por nós mesmos,
continuamos amando.

Apesar da falta de grana,

das desilusões com a política,
do cansaço no final do dia,
dos projetos que não foram adiante,
do tempo que nos falta e do medo que nos sobra,
continuamos amando.

Apesar da chuva que não permite

o passeio de mãos dadas,
do espaço compartilhado
que não permite privacidade,
da desaprovação dos que nada têm
a ver com o assunto,
continuamos amando.

Infinitamente,

apesar de tudo e todos e apesar de nós mesmos,
continuamos amando ...

-Martha Medeiros-


UPDATE:

Queridos amigos:
Fui submetida a uma cirurgia de emergência,
estou em recuperação e me preparando para

uma segunda fase da cirurgia.
ADORO VOCÊS.

Desejo a vocês um feliz Natal
e um ano novo maravilhoso!
Obrigada pela amizade e pelo carinho...

Recebam minha eterna gratidão e afeto.
Um abraço.
-Juℓi Ribeiro-

Amar é...

Posted by: Juℓi Ribeiro in , ,


E me vesti de rendas e sonhos

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,



E me vesti de rendas e sonhos.
Fiquei a escutar as ondas a cantar.
É de areia e luz os versos que componho,
de eternidade e estrelas do mar

Meus olhos repletos de horizonte,
refletem a luz do meu coração.
De mel, inocência e sal é a fonte.
De alegria e ternura brota a emoção.

O vento sussurra em meu ouvido,
os segredos dos poetas e das crianças.
Vou ao encontro do tesouro perdido,
na caixinha de jóias e lembranças

Despertando o desejo adormecido,
raios de sol brincam e não alcanças
O arco-íris que risca o céu tingido
De cores, fantasias e esperanças...

-Juli Ribeiro-

Poesia publicada no Recanto das Letras em 27/10/2009
Código do texto: T1890331 Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor
original (Juli Ribeiro.
http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

A alma é uma borboleta...

Posted by: Juℓi Ribeiro in , ,


Uma constelação de beijos se perdia

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,




Uma constelação de beijos se perdia,
no céu de nossas bocas em pura sedução...
A chama do amor vibrante nos aquecia,
iluminando de esperança o meu coração.

Um turbilhão de sentimentos nos unia,
em uma mágica e doce sensação.
Suave e mais intenso a cada dia,
colorindo minha vida com paixão.

Nossas vidas se cruzaram com carinho.
A primavera chegou e as flores de setembro,
encontraram a dor da despedida no caminho.

E foste embora com o vento, sozinho.
Com saudade nossos sonhos, eu lembro:
a liberdade do pássaro e a gratidão do ninho...

-Juli Ribeiro-

Soneto publicado no Recanto das Letras em 24/09/2009Código do texto: T1829190
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado
crédito ao autor original
(Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Felicidade é amor

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,

Aniversário do blog

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


Hoje quero especialmente agradecer a todos os que por aqui passaram
e deixaram um recadinho ou uma mensagem de carinho e incentivo.
Vocês contribuíram muito para o crescimento do blog e me fizeram muito feliz.
A blogosfera me presenteou com amigos muito queridos.
Pessoas que não tive o privilégio de conhecer pessoalmente mas que se tornaram muito importantes em minha vida.
Hoje este blog está fazendo três anos e está para completar 100.000 visitas.
Agradeço a todos os visitantes.
Queridos amigos vocês moram em meu coração.
É para vocês esta prece:


Prece a meus amigos

Hoje eu quero fazer uma oração,
ao amigo que enxuga minhas lágrimas.
Iluminando o meu sorriso.
Aquecendo minha solidão...

Uma prece humilde e singela.
Por ti que estás sempre presente.
Que entende as minhas palavras.
Escutando com o coração.

Que comigo divides tuas alegrias
Que compartilha minhas tristezas.
Que é cúmplice dos meus sentimentos.
Nas horas felizes ou de melancolia.

Quero que Deus te proteja.
Que a música da brisa suave,
embale os teus sonhos
e te cubra com doçura.

Que cada lágrima tua,
se transforme em uma benção.
Que se sentires tua alma triste e nua,
a vida te abrace e te afaste da solidão.

Que nas horas de desalento...
Encontres força e motivo.
Novos sonhos e sentimentos.
Que a dor não te faça cativo.

Que a vida abrace nossa amizade.
Que é feita de liberdade e esperança,
de sonhos de adultos e crianças.
De sorrisos e lágrimas.
De simplicidade e perdão.

-Juli Ribeiro-

Publicado no Recanto das Letras em 20/07/2007Código do texto: T572049
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao
autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Image Hosted by ImageShack.us



Você é a música que canta o meu coração

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,
















Amores-perfeitos embalam meu bem querer.
O vento espalha pétalas de flores e cetim.
A esperança renasce e o sonho não termina.
Nas asas dos beija-flores viaja nosso prazer...

Uma gota de orvalho feliz bailarina,
dança e se derrama na minha emoção.
Os passarinhos em coro anunciam:
Você é a música que canta o meu coração...

Violetas ao sol se balançam de prazer.
Borboletas fazem festa no jardim!
Pintam meus sonhos de ouro e purpurina.
Acordando a mulher e encantando a menina.

Passarão os anos, mas a cada amanhecer,
lembrarei dos sons, das cores, das flores
Estaremos juntos nos sonhos ao adormecer.
De mãos dadas revivendo nossos amores...

-Juli Ribeiro-

Publicado no Recanto das Letras em 28/06/2009Código do texto: T1671393
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original
(Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.


MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Um ramalhete de "rosas luz"

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,
















Nas mãos um punhado de estrelas,
um ramalhete de "rosas luz"...
Nos olhos a promessa de um jardim.
A paz o teu beijo me conduz.


Eu me arisco, insisto, abro todas as janelas.
Em um segundo toda a emoção reluz.
No teu suspiro eu mergulho até o fim.
Nas águas doces o encanto se produz.

Minha pele a tua procura.
O passado da cor de mágoa,
desfaz-se na fonte pura.

Jorrando da alma infinita ternura,
desabrocha a flor-estrela d'água!
Florescendo vitoriosa a nossa aventura...

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 10/06/2009Código do texto: T1642006
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao
autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.


MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Teus olhos são dois cristais

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,

















Tu me encontraste chorando.
Invadistes meu coração valente.
Os raios de sol as flores beijando,
A esperança despertou impaciente.

Teus olhos eu vou namorando...
O desejo me abraça inquieto e urgente.
Seguimos as estrelas cadentes sonhando.
A magia das fadas se fez presente!

Vacilei nos teus braços uma vez mais.
Tua mão forte me ampara e alcança.
Conduzindo-me ao jardim da alegria.

Meu amor teus olhos são dois cristais.
Refletindo calor, beleza e esperança.
Se derramando em luz, festa e poesia...

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 29/05/2009Código do texto: T1621500
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja
dado crédito ao autor original
(Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

Ser Mãe

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,




























Se ninguém te escutar,
A solidão te invadir.
Teu coração se quebrar
e a vida te ferir...

Não irei te abandonar.
A cada lágrima que cair,
na escuridão do teu olhar
o meu amor vai te seguir.

Eu irei te acalentar.
A tua mágoa irei sofrer.
No infinito te buscar.
No desespero te abraçar.

Se o mundo te condenar,
meu filho irei compreender.
Porque ser mãe é acreditar
na esperança e renascer.

Espinhos em flores transformar
e todas as dores esquecer.
Porque ser mãe é perdoar,
plantando sonhos de bem querer...

Juli Ribeiro

Poesia publicada no Recanto das Letras em 09/05/2009Código do texto: T1585337
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

Cecília

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,



"Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve"...

-Cecília Meireles-

Peregrinos do amor

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,
















Nossos olhos sorriram ao se cruzar
Expressando nossa ansiedade e sentimento
A felicidade radiante teima em brincar
Iluminando com encanto este momento

Nossas mãos estremecem ao se encontrar
Nossos beijos se misturam com o vento
Nossa ternura canta docemente a navegar
Esquecemos das lágrimas e do tempo


Um raio de sol me aquece e por ironia
Vem invadir minha alma com paixão
Cúmplice do meu desejo e agonia

Explodindo de amor em uma só sintonia
Entregando-nos a cada beijo com emoção
Viajamos peregrinos nas asas da alegria...


Juli Ribeiro


Soneto publicado no Recanto das Letras em 17/04/2009Código do texto: T1544644
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

Amizade verdadeira

Posted by: Juℓi Ribeiro in


Meus sonhos azuis

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,
























Meus sonhos azuis vão te encontrar
Nas rosas de março de meu jardim
Os raios de sol são teus olhos a brilhar
Tua magia viaja nas asas de um querubim

As cores do nosso beijo pintam uma aquarela
Gotas do teu orvalho vêm minha boca molhar
Meus sonhos azuis se misturam a tua rosa amarela
O vento bate no teu cabelo feliz a festejar

Uma estrela cadente risca o céu a sorrir
As borboletas dançam colorindo a paisagem da janela
As páginas de nossas vidas são viradas a seguir
Nosso filme em preto e branco a felicidade vem colorir

A brisa esfria e nos avisa que vai anoitecer
Os vaga-lumes brincam de acender
Meus sonhos azuis esperam por você...

Juli Ribeiro


Publicado no Recanto das Letras em 20/03/2009Código do texto: T1496683
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao
autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Bem me quer? Mal me quer? De Verdade?

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,



Bem me quer? Mal me quer? De Verdade?
O encanto raro da inocência é Transparente.
Recordação de momentos, pétalas de eternidade.
Encanto e magia que a brisa abraçando leva carente,

Em perfumados buquês de felicidade...
A força da primavera reina bela e contente.
No país das “rosas meninas” sem maldade.
A fantasia renasce no tempo presente.

Fecho os olhos para ver a beleza com coragem.
Minhas lágrimas se misturam a doce mágoa
No tapete de sonhos e folhas da paisagem.

Reflexos de sol e saudade iluminam a imagem
Da infância querida que se foi como a água...
Que desmancha meus castelos de areia na viagem.


Juli Ribeiro


Soneto publicado no Recanto das Letras em 13/03/2009Código do texto: T1485429
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

08 de março dia internacional da mulher

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,

SONETO CIUMENTO

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,
















SONETO CIUMENTO

Meninas Borboletas brincam e se escondem nas flores.
Somos os campos, a primavera em eterno florescer.
Nossas mãos enlaçadas esquecem todas as dores.
Uma gota de orvalho calmamente balança de prazer...

Nossos olhos inquietos refletem mil cores.
O desejo suavemente faz a chama renascer.
A alegria desperta os pássaros cantores.
Encantando a nossa estrada, meu bem querer...

Mil beijos falam do nosso amor ao vento.
Minha boca se perde e na tua vai mergulhar.
A eternidade sorri na magia deste momento.

Este soneto que escrevo para ti é ciumento...
Não consegue a plenitude do meu amor alcançar.
Nele eu derramo gota a gota, todo o meu sentimento.

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 19/02/2009Código do texto: T1447766
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja
dado crédito ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

A via-láctea brilha nos teus olhos

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,



A via-láctea brilha nos teus olhos

A via-láctea brilha nos teus olhos com esperança!
Reflexos de sonhos se derramam em meu peito...
Destruindo docemente as barreiras avança.
Ilumina e desfolha pétalas de amor-perfeito...

O espelho reflete o desejo sem cobrança.
Minha alma relembra aquele beijo desfeito.
A paz vai navegando na brisa da lembrança.
A chama deste sentimento aquece e eu aceito.

Desfazendo-se na sombra de um carinho,
Transformando em luz a imensa saudade!
Pousa o amor nos meus braços e faz seu ninho.

A poeira das estrelas retrata de mansinho,
Na tela da emoção, pinceladas de eternidade:
E eu choro de felicidade bem devagarzinho...

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 13/01/2009Código do texto: T1383340
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons. Você pode copiar,
distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

FEEDJIT Live Traffic Feed

Buttons - Parceiros



BlogBlogs.Com.Br Poem Blogs -  Blog Catalog Blog Directory Assinar com Bloglines
blog search directory Blogarama - The Blog Directory Site Meter Add to any service