Bem vindo!

Bem vindo!

INSTAGRAM



Instagram

Seguidores

A dor ternamente explode e domina

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


A dor ternamente explode e domina

A saudade me envolve como a neblina.
Longe do meu coração grita a esperança.
Entrego-me a tua falta, aflita e mansa.
A dor ternamente explode e domina.

Meus sentimentos são como a água cristalina.
Escorrem dentro de minha fonte em segurança.
Meu amor por ti docemente descansa...
Sonhando com teus abraços e a dor desatina!

Como a alvorada radiante, vieste!
E me inundasses do azul celeste.
Dentro de mim renasceu o amor mais puro.

A recordação me invade plenamente e alivia.
Brilham na minha face lágrimas de alegria.
Sigo encantada e forte imaginando o futuro.

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 10/05/2007Código do texto: T482405
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar,
desde que seja dado crédito ao autor original
(Juli Ribeiro.http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

This entry was posted on quinta-feira, maio 10, 2007 and is filed under , . You can leave a response and follow any responses to this entry through the Assinar: Postar comentários (Atom) .

9 comentários

É isso mesmo , seguir forte , com esperança num melhor futuro!
Beijito :)

Olá Juli! Obrigada pela visita e pelas palavras carinhosas! Adorei visitar este teu cantinho de Lágrimas e Sorrisos (espero que mais sorrisos que lágrimas!). Adorei o poema - muito bem escrito, com muito sentimento.

Ofereço-te o meu award com muito amor.

Mtos bjinhos e até breve! :)

Sempre a encantar com as palavras!
Amiga,não me disse mais nada,como está tua mãe?
Beijinhos e fica bem...

Dentro da poesia são os sonetos o tipo de poema que mais me agrada. E este está lindo, ao nível dos sonetos mais bonitos que já li. Parabéns, Juli!!!

Beijinhos e um bom fim-de-semana!!!

Como a alvorada radiante vieste!
Belo, quando se renova o amor, numa alvorada imensa onde a dor, a paixão, a entrega e a esperança se juntam e dançam a magia do tempo.
Belo quando a recordação nos invade e deixa traços de lágrimas de alegria no rosto.
Juli, minha deusa das palavras, beijo sem fim de luar terno deste lado do mar.
Bom fim de semana

Agora entendi por que um blog tão legal...
É uma poetisa.
Aliás, que belas palavras.
Claro que é um prazer associar gente com essa competência toda aos meus blogs.
Agora seu link está neles.
Obrigado pelo seu carinho e por enfeitar meu mapa.
Voltarei sempre pra te visitar.
Beijos!

Querida Juli,
Belo poema, carregado de sentimento...

Sempre bom voltar aqui. :))

Beijo perfumado e bom domingo*

Querida Juli:
Um dos sonetos mais belos e sentidos que tenho lido.
"Sigo encantada e forte imaginando o futuro"
Beijo

Depois de receber um soneto destes,só posso responder com outro.Esse ´´e prá você Ju,minha namorada!

Namorada
È aquela que toca meu rosto
suave tal qual a brisa
aquela que me traz a paz
que me libertando escraviza


É aquela que nada em meus olhos
braçadas de imenso tamanho
que me enfeitiça com os olhos
donos dos mais lindos castanhos


É aquela que mora em meu peito
que vive sorrindo comigo
e as vezes chora também


È aquela com quem me deleito
a dona dos versos que digo
senhora do meu querer bem


Alexandre Souza
Publicado no Recanto das Letras em 29/09/2006
Código do texto: T252659

Postar um comentário

FEEDJIT Live Traffic Feed

Buttons - Parceiros



BlogBlogs.Com.Br Poem Blogs -  Blog Catalog Blog Directory Assinar com Bloglines
blog search directory Blogarama - The Blog Directory Site Meter Add to any service