Bem vindo!

Bem vindo!

INSTAGRAM



Instagram

Seguidores

Meus olhos procuram a manhã dourada

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,





















Meus olhos procuram a manhã dourada

Meus olhos procuram a manhã dourada
Repleta de saudade e esperança
Sigo como a luz à alvorada
Que alegrava meus sonhos de criança

Tua ternura eu procuro calada
Em cada flor, cor e mudança...
A fascinação e aventura esperada
Crescem a cada sonho e lembrança

A brisa esconde a alegre surpresa
Que faz acelerar as batidas do meu coração
A cada beijo me entrego com franqueza

Fazendo afastar a infinita tristeza
O carinho amanhece, docente com paixão...
A minha alma serena, repousa na tua delicadeza

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 10/09/2007Código do texto: T646859
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

This entry was posted on terça-feira, setembro 11, 2007 and is filed under , . You can leave a response and follow any responses to this entry through the Assinar: Postar comentários (Atom) .

13 comentários

Lindíssimo!Grande abraço!***

O carinho é o melhor remédio para os dias que passam...mas quem está disposto a dar carinho sem ser mal intencionado? Infelizmente poucos...

Beijos

carinho é de graça.....

beijooosss querida

(seu blog tem travado demais minha máquina :o(.. é coisa demjais prá carregar na minha simples conexãozinha básica.. que sofrimento te ler :o( )

Como de costume de uma docura sem fim, de uma poesia imensa e bela.
Só das tuas mãos minha doce amiga de além mar.
Beijos deste lado do mar, plenos de carinho.

Lindo poema, cheio de ternura... Um beijinho, amiga!

Amiga doce e terna "Juli":
A criança que mora em si, com uma doçura de sonho no seu belo olhar, desperta sempre o coração terno, carinhoso e fascinante existentes no seu Firmamento interior rico e ímpar de imensa beleza.
A brisa e delicadeza de sentimentos jorrados de si, expressam em poesia de arrebatar, o encanto de todas as pessoas por não terem fim.
Eternamente deslumbrado com a sua alvorada...
Beijos com muita estima e muito respeito
pena

Sabe que vc me fez recordar ao final Romeu e Julieta?
Lindo Juli, mais um belissimo e sensivel texto.

bjs

Doce "Juli":
Permita-me um doce e terno silêncio de veneração e elevada estima, por ser indescritível,que nutro cada vez mais por si.
Muito OBRIGADO!
Beijos sentidos e gigantes
o minúsculo ao pé de si
pena

Sinto um silêncio de seriedade.
Bem-Haja!

Terna "Juli":
Sabe, conheço-me cada vez menos.
Quem sou?
Não sei.
Explique-me, por favor o que aconteceu?
Eu não sei nada, mas nada.
A "Juli" deslumbra-me silenciosamente.
Explique-me, por favor?
Beijos sentidos
pena

Deliciosa descrição de você em versos soneto bem feito.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Querida Juli,
Hoje há uma manhã dourada
Um caminho de esperança
Como aquelas alvoradas
dos sonhos de criança

Há ternura em cada flor
onde a brisa leve
acarinha o coração.

Uma feliz manhã pra ti!

Beijos

Olhos que procuram a felicidade em tudo o que os rodeia.
Beijito.

Olhos que procuram a felicidade em tudo o que os rodeia.
Beijito.

Postar um comentário

FEEDJIT Live Traffic Feed

Buttons - Parceiros



BlogBlogs.Com.Br Poem Blogs -  Blog Catalog Blog Directory Assinar com Bloglines
blog search directory Blogarama - The Blog Directory Site Meter Add to any service