Bem vindo!

Bem vindo!

INSTAGRAM



Instagram

Seguidores

SONETO CIUMENTO

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,
















SONETO CIUMENTO

Meninas Borboletas brincam e se escondem nas flores.
Somos os campos, a primavera em eterno florescer.
Nossas mãos enlaçadas esquecem todas as dores.
Uma gota de orvalho calmamente balança de prazer...

Nossos olhos inquietos refletem mil cores.
O desejo suavemente faz a chama renascer.
A alegria desperta os pássaros cantores.
Encantando a nossa estrada, meu bem querer...

Mil beijos falam do nosso amor ao vento.
Minha boca se perde e na tua vai mergulhar.
A eternidade sorri na magia deste momento.

Este soneto que escrevo para ti é ciumento...
Não consegue a plenitude do meu amor alcançar.
Nele eu derramo gota a gota, todo o meu sentimento.

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 19/02/2009Código do texto: T1447766
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja
dado crédito ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

FEEDJIT Live Traffic Feed

Buttons - Parceiros



BlogBlogs.Com.Br Poem Blogs -  Blog Catalog Blog Directory Assinar com Bloglines
blog search directory Blogarama - The Blog Directory Site Meter Add to any service