Bem vindo!

Bem vindo!

INSTAGRAM



Instagram

Seguidores

CARTA SAUDOSA PARA MEU PAI

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


























































CARTA SAUDOSA PARA MEU PAI

Foi difícil, eu não queria, mas eu cresci papai...
Confesso que sentia medo do homem forte, autoritário que você era.Você nunca foi de falar muito, quando criança eu não compreendia ainda que no silêncio de suas palavras, eu aprenderia a escutar o seu amor...
Você me ensinou que as atitudes são mais importantes que as palavras, que não devemos dar as costas e abandonar as pessoas mesmo que isto nos cause muita dor.
Aprendi com você que não importa o que as pessoas falem, você deve ser fiel a você mesmo.
A vida me mostrou que o amor é o único elemento capaz de unir todas as coisas e que devemos lavar o nosso coração de todas as mágoas e seguir em frente ao encontro de nossos sonhos.
A mágoa é um rio perigoso, mas você me ensinou a comandar o navio de meu destino e seguir a bússola de meu coração.
Sei que tudo tem seu tempo, mas eu queria ter podido compreender antes o seu amor. Nem todos têm a sorte de ter tido um pai como você...
Em um momento muito triste de minha vida, você me disse que tudo passa nesta vida, passa o que é bom e o que é ruim também.
Pude compreender que nada é eterno e a dor não pode durar para sempre.
Você me ensinou Papai, que ninguém é perfeito, mas que podemos ser felizes apesar disso...
Aprendi com você que não devemos deixar para depois, aquele abraço, aquela palavra de amor que gostaríamos de dizer, porque amanhã pode ser tarde para fazer isso.
Nos meus sonhos ainda faço barcos de papel e fujo para tomar banhos de chuva. Corro atrás dos vaga-lumes e os coloco em um vidro para depois soltá-los. Persigo as borboletas do jardim e converso com elas. Nos meus sonhos, vamos juntos tomar vários sorvetes e fazemos grandes viagens.
Você é como uma velha árvore que me protege com sua sombra.
Juntos somos a grama, os campos, o vento que sopra nas pétalas das flores dos jardins.
Você mora no meu coração e construímos com tijolos de lágrimas e sorrisos uma grande amizade e confiança.
Nada pode abalar o que sentimos um pelo outro, nem o tempo, nem as duvidas, nem mesmo a morte. Porque em cada segundo em que estivemos juntos, escrevemos nas estrelas a nossa caminhada e enquanto brilharem nos céus as estrelas nós estaremos lá, caminhando de mãos dadas...

Juli Ribeiro

Publicado no Recanto das Letras em 10/08/2008Código do texto: T1121310
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado
crédito ao autor original(JuliRibeiro.http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).

FEEDJIT Live Traffic Feed

Buttons - Parceiros



BlogBlogs.Com.Br Poem Blogs -  Blog Catalog Blog Directory Assinar com Bloglines
blog search directory Blogarama - The Blog Directory Site Meter Add to any service