Bem vindo!

Bem vindo!

INSTAGRAM



Instagram

Seguidores

A vida pinta uma nova tela...

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


A vida pinta uma nova tela...

A vida pinta uma nova tela...
Feita dos nossos sonhos de amor
É uma festa colorida em aquarela
Pela luz refletida de seus olhos em flor

Cada gesto abre uma nova janela
Cada beijo é quase uma dor
Sentimento e paixão sem cautela
Nos versos que o desejo quis compor

A esperança dá as mãos à liberdade
E voa nas asas de uma borboleta
Conquistando todos os espaços de verdade

Juntos no amor com cumplicidade
Somos o azul, o cinza e o violeta!
Na paleta em que Deus criou a saudade...

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 29/07/2007Código do texto: T583976
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


"Deus cansa-se dos reinos,
mas não das florzinhas
Estás muito longe de mim, ó fruto!
Estou no teu coração, Flor!
Não te detenhas a colher flores para guardá-las;
caminha, caminha pois as flores
se guardarão a si mesmas,
florescendo em toda a sua jornada.
A folha quando ama torna-se flor.
A flor quando adora torna-se fruto.
Não será arrancando à flor as suas folhas
que lhe colherás a sua formosura.
A noite abre as flores em segredo
e deixa que o dia receba os agradecimentos.
Perdi a minha gotazinha de orvalho!
-disse a flor ao céu do amanhecer,
que perdera todas as suas estrelas..."

"Pássaros Perdidos" ~ Rabindranath Tagore ~

Nem sempre tudo é calmaria...

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


Como as ondas do mar amor

Como as ondas do mar amor
Deixastes o gosto da água salgada.
No meu peito, o vai e vem da dor.
Minha vida hoje é madrugada.

Roubastes toda a cor
O brilho da noite estrelada
Teu carinho de pétala de flor
Os sonhos de minha alma encantada.

Penso em nosso amor perdido...
A dor de sentir imensa ternura
Maltrata meu coração partido.

O amor na batalha foi ferido.
Consome-se na infinita procura.
Sem esperança entrega-se vencido...

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 23/07/2007Código do texto: T576772
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Quintana... Lindo!

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,

"Feliz dia do amigo"

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


Prece a meus amigos

Hoje eu quero fazer uma oração,
Ao amigo que enxuga minhas lágrimas.
Iluminando o meu sorriso.
Aquecendo minha solidão...

Uma prece humilde e singela
Por ti que estás sempre presente.
Que entende as minhas palavras.
Escutando com o coração.

Que comigo divides tuas alegrias.
Que compartilha minhas tristezas.
Que é cúmplice dos meus sentimentos.
Nas horas felizes ou de melancolia.

Quero que deus te proteja.
Que a música da brisa suave,
embale os teus sonhos e te cubra com doçura.

Que cada lágrima tua,
se transforme em uma benção.
Que se sentires tua alma triste e nua
A vida te abrace e te afaste da solidão.

Que nas horas de desalento...
Encontres força e motivo.
Novos sonhos e sentimentos.
Que a dor não te faça cativo.

Que a vida abrace nossa amizade.
Que é feita de liberdade e esperança,
de sonhos de adultos e crianças.
De sorrisos e lágrimas.
De simplicidade e perdão.

Juli Ribeiro

Publicado no Recanto das Letras em 20/07/2007Código do texto: T572049
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao
autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

No nosso abraço o Infinito!

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


No nosso abraço o Infinito!

No nosso abraço o Infinito!
Constelações de beijos cintilando.
Um eterno e doce conflito.
A poesia das borboletas bailando...

Guardei para você querido:
A melodia dos pássaros cantando.
Todos os desejos do meu coração aflito.
O som das ondas do mar namorando.

A primavera no meu peito mora.
As flores brotam como beijos de amor.
Meu sentimento docemente aflora.

Meu navio no teu porto ancora.
Não tenho medo da dor.
Minha alma te redescobre e explora...

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras
em 19/07/2007Código do texto: T570891
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

Outro carinho...

Posted by: Juℓi Ribeiro in














Outro carinho...

Sinto não ser merecedora de tantos mimos
mas fico imensamente feliz de ter encontrado
na blogosfera, pessoas lindas e tão generosas
a quem aprendi a respeitar, a admirar
e por que tenho um enorme carinho.

Recebi de três amigos generosos, maravilhosos, donos de uma sensibilidade e um talento incomparáveis
o Premio Blog "MomentUS de Excelência"

Da Alice do blog Detalhes
do Gui do blog "As coisas do Gui"
e de Luar perdido do blog Lágrimasdelua
O Premio Blog "MomentUS de Excelência"
a atribuir pela excelência do que é dito e de como é dito
- pelas palavras, pela música, pelas reflexões, pelas imagens,
pelos desafios,pela solidariedade, pela vida partilhada...
Obrigada Alice, Gui, e Luar Perdido.
Obrigada queridos amigos!
E para eles e todos os meus amigos que me visitam
e fazem parte de minha família na blogosfera
dedico esta mensagem:
AOS MEUS AMIGOS.
QUE DEUS OS ABENÇOE.

Os amigos
São tão amigos, que voltam.
São tão fraternos, que se unem.
São tão simples, que cativam.
São tão desprendidos, que doam.
São tão dignos, que amam, compreendem e perdoam.

Os amigos
São tão necessários, que sempre se fazem presente.
São tão dedicados, que edificam.
São tão grandes, que se distinguem.
São tão preciosos, que se conservam.
São tão irmãos, que partilham.
São tão sábios, que ouvem, iluminam e calam.

Os amigos
São tão raros, que se consagram.
São tão frágeis, que fortalecem.
São tão importantes, que não se esquecem.
São tão fortes, que protegem.
São tão presentes, que participam.
São tão sagrados, que se perenizam.
São tão solidários, que esquecem de si mesmos.
São tão felizes, que fazem a festa.

Os amigos
São tão livres, que crêem.
São tão fiéis, que esperam.
São tão unidos, que prosperam.
São tão amigos, que doam a vida
São tão amigos, que se eternizam...

(Autor desconhecido)

Teu carinho é o abraço de uma flor

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


Teu carinho é o abraço de uma flor

No teu silêncio amor...
Meu coração é um deserto.
Tu és o meu orvalho, meu oásis, minha cor.
No jardim dos teus encantos desperto.

Teu carinho é o abraço de uma flor.
Meu sentimento é o céu aberto!
Um mar para tua poesia compor.
Um pássaro cativo liberto!

Trazes Vales e fontes no toque de tua mão.
Na tua geografia viaja o meu sentimento.
Suspiro e entrego o meu coração.

Mil flores cobrem o nosso chão.
São espalhadas docemente pelo vento.
Na brisa encantada do amor e do perdão.

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras

em 15/07/2007Código do texto: T566021
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

MEUS AMIGOS

Posted by: Juℓi Ribeiro in , ,
















A de amor, amizade, abrigo, abraço

Amanda-Y fueron felices...
Alessandra Aquiles-Sweet Dream
Aquarela do Recife
A Papoila
Adriana-Mãe,esposa,dona de casa,trabalhadora

Adriana-Viajando no blog
ADRIANEITES
Adão Braga-Conectado
Adão Braga-Corpo, Alma e Espirito
Alexandre Souza-Andanças
Alexandre-FUNDAMENTALIDADES
Alice Matos-Detalhes
Alvaro Gonçalves-PERFIL
Alvaro-Horizonte...o limite
Alê-Cânticos do Recife
Alê-Poesias, sônetos e lombras
André L. Soares-GRITOS VERTICAIS
Aninha Goulart-ARQUIVINHO
Aninha Goulart-Desabafos da vida
Aurea-AUKIMIA
Aurea-Imagens para você
Anna-Rara Avis


B de beleza, bondade


Bel-Quer ler? Eu deixo
Bandys-Escoderijo da Bandys
Beth Santana-She’s like the wind
Betty Martins-Fragmentos
BLOGS DE QUALIDADE
Blue Shell


C de carinho, confiança


C. Valente
Cacharel-O sol nasce amanhã
Carla Granja-Paixões e Encantos
Carla-Serenidade
Chama Violeta
Chama Violeta-Do meu jeito
Chris-Vermelho Melancia
Claudinha-Viver...
Claudya-Memories
Cláudia Valéria-Labirinto do Sol e da Lua
Coisas do Gui
Coletânea Poética
CollybrY
Creative Commons
Cris-Mensagens & etc...
Carlos Rebola-Ferroada

D de despertar, delicadeza


Danusia-Hipermoderna.Net
David Santos-SÓ VERDADES
Deise-Labirinto de idéias


E de encantamento


Edson Marques-MUDE
Elsa Sekeira-Eu estou aki
Elvira Carvalho-A MULHER E A POESIA
Elvira Carvalho-SEXTA-FEIRA
Elvira-Coisas minhas
Eneida-Rincão
Erica Akira-Burajiru!
Erica Akira-Templates para Blogger
Erika-Oncotó
Espaço de generalidades-Entre linhas
Eduardo-Paradoxos


F de flor, felicidade, fantasia


FERNANDA & POEMAS
Fernanda-Três Faces
Francisco Filardi-INTERVALO CULTURAL
Fátima-Boas Energias

Fernando-Foda-se,Tô nem Aí!
FAYNA-BAJANDO SE SUBE AL CIELO


G de generosidade


Georgia Aegerter-Saia Justa
Geane-Meu Mundinho e Eu


H de humanidade


Helena Nunes-Palavra por Palavra
Heloisa-Coisas que gosto


I de intenso, infinito


Icaro Estrela-Dossiê Asas de Cera
Isabel Filipe-Art & Design
Izil-POEMAS E PENSAMENTOS
Iara Fontes-INSPIRAÇÕES DO VENTO

J de jardim, juventude


Joel-Torpedo Verbal: Frases e Citações
Jorge madureira-WORDS and FEELINGS
Jorge Alberto-Recanto das Palavras
Jose Araujo-Imagens e Reflexões
Joshua-PALAVROSSAVRVS REX
José Cunha-Pensamentos
José-FALSOPOETA
JotaCê-A minha sanzala
joão jacinto & poemas
João-Lista de Sonhos
Julimars
Junia-Scrapbook Blog

K de de Krika e Ki-colado

Krika-Bocaberta MIX
ki-colado-Metamorfosebloggistica

L de lealdade

Leonor Cordeiro-Na dança das palavras
Lágrimas e sorrisos
Lidia-Doces Momentos
Luciana-Mensagens para o coração
Luma-Luz de Luma,yes party
Lágrimasdelua
Lúcio Góes-TRAVERSURAS
εїз Livre pra voar... εїз- Dona Borboletinha
Lola-ESSA MOÇA TÁ DIFERENTE
Laura-O Jardim das Folhas Mortas

M de maravilhoso, mundo, mãe


Mano-Prince Cristal
Manoel-DE PROPÓSITO
Marcelo Martins-Amenidades
Marcelo-The look of my soul
Marco-A FONTE QUE NUNCA SECA
Marta-Atrás da máscara
Mayra-Meu Lar
Meg-A RECALCITRANTE
Melia-Dark dreams
Mélica-Blog da Mélica
Melissa Yedda-Antigos Caminhos
Miguel-Serenismo
Milene Cristina
Misael Roberto-Poesias Singelas
Moon Light-Palavras da Noite
MoonLight
MUTUMUTUM-COISAS E TRALHAS
Miguel Barroso-A Seiva
Moisa Cartuns

N de natureza, nascimento


Nil Brito-Blog do Nil Brito
Nilson Barcelli-NimbyPolis

O de oásis, orvalho


O Alquimista
O profeta
O Sibarita
OFF
Olli-DROPS LIGHT
Oscar Luiz-By Oscar Luiz
Oscar Luiz-Flainando na Web
Osselin - José-Fotopoemas
Osrevni-Para ler sem olhar


P de perdão, presente, pai


Patrícia-1000 pétalas de Luz
Paula Calixto-Maçã do Topo
Paulo Sempre-FILHOS DE UM DEUS MENOR
Pena-Poliedro-Memórias vivas e reais
Plim e Plum-A terra da magia
Pri Satiro- ...voutecontar...
Princesa da Luz


R de renascimento


Rafael-Meu Refúgio
RECANTO DAS LETRAS
Renatinha no blogger!!!
Ricardo N-Golfinho Alegre
Rouxinol de Bernardim
Rui Caetano-Urbanidades da Madeira
Renata-PRÓPRIO VENENO


S de sol, sonho, solidariedade, sorriso


Sarah Rubia-Os pensamentos de Eu e Ela
Secreta
Silvia Madureira-Jogos com Matemática
Sindarin-Flores, Elfos E Anjos
Sindarin-Floresta de Lórien
Som Do Silêncio-Silêncio sentido
Somos todas umas vacas-AP
Sonia Regly-Compartilhando as Letras
SADY FOLCH-SCRIPTOR IN DESASSOSSEGO


T de tesouro


Tatá-Eu sou a Tal
Tibeu-Cantinho da Tibeu
Tulipa Negra


U de União

Usuário compulsivo


V de vida, verdade


Verônica-Momentos da vida
Vinicios-Morar sozinho

X de:


Xinha-Xinhesices...


Z de Zezinha


Zezinha-Jardim dos afetos






BLOGUES QUE FAZEM A DIFERENÇA

A fonte que nunca seca-Marco
A minha senzala-JotaCê
A MULHER E APOESIA-Elvira Carvalho
A Papoila
Terre da Magia-Plin e Plun
ADRIANEITES
Adão Braga-Corpo, Alma e Espírito
Rita Costa
Amenidades-Marcelo Martins
AMOREPOESIAPODCAST -Daniel Amaral
Arquivinho-Aninha Goulart
AUKIMIA-Aurea
BAJANDO SE SUBE AL CIELO- FAYNA
Blog da Melica
Blue Shell
Blue Shell-Novo
Boas Energias-Fátima
Boca aberta-MIX-Krika
By Oscar Luiz
C.Valente
Astróloga-Junia Caetano
Coisas minhas-Elvira Carvalho
Coisas que eu gosto-Heloisa
Coletânea Poética-Juli Ribeiro-Wordpress
Compartilhando as letras-Sonia Regly
DE PROPOSITO
Aninha Goulart
http://odossieasasdecera.blogspot.com.br/
Esconderijo da Bandys 2
Esconderijo da Bandys-1
Essa moça ta diferente
Eu estou aki-Elza Sequeira
Eu sou a tal-Tatá
FALSOPOETA-José
"FILHOS DE UM DEUS MENOR-Paulo
Flainando na Web-Oscar Luiz
Fotopoemas-Osselin
Fragmentos-Betty Martins
Golfinho alegre-Ricardo N
Gritos verticais-André L.Soares
Horizonte...O limite-Alvaro Gonçalves
Contos, imagens e reflexões-Jose Araujo
Imagens para você-Áurea
INTERVALO CULTURAL-Francisco Filardi
Jogos com Matemática-Silvia Madureira
Juju Cute
Julimars' World
JUS INDIGNATUS por Ricardo Rayol
Labirinto de idéias-Deise
Labirinto do sol e da lua-Cláudia Valéria
Lista de sonhos-João
Luz de Luma,yes party- Luma
Lágrimasdelua-Luar perdido
Maçã do topo-Paula Calixto
Memórias vivas e reais-Pena
Mensagens para o coração-Luciana Catanhede
Metamorfose bloggistica-Ki Colado
Meu Blues Pra você-Helio Jenné
Meu Refúgio-Rafael
Momentos de vida-Verônica MENINA DO RIO
MUDE-Edson Marques
Mãe, Esposa, Dona de casa, Trabalhadora-Dry Viaro
Na dança das palavras-Leonor Cordeiro
POESIA- Nilson Barcelli
O Alquimista-JACI PAGANINI
O jardim das folhas mortas-Laura
O PROFETA
O Sibarita
O sol nasce amanhã-Cacharel
Paixões e encantos-Carla Granja
PALAVROSSAVRVS REX-Joshua
Paradoxos-Eduardo
Pensamentos-José Cunha
Perfil-Alvaro Gonçalves
Fernanda & Poemas
Prince Cristal-Mano-Manoel Gonçalves
Rara Avis-Ana Tapadas
Recanto das Letras-Juli Ribeiro
Saia Justa-Georgia Aegerter
Scraps- JUNIA LAENDER PEREZ
SERENIDADE-Carla
Serenismo-Miguel
Sexta feira-Elvira Carvalho
She´s Like the Wind-Beth Santana
Torpedo verbal-Frases e citações-Joel
Traversuras-Múcio Goes
Um coração recifense-Alexandre Souza
Um vento na ilha-Sônia Schmorantz
Viajando no Blog-Adriana
Y FUERON FELICES...-Amanda


Em cada primavera brota o amor

Posted by: Juℓi Ribeiro in


Em cada primavera brota o amor

Quem não esperou felicidade?
Quem não procurou magia?
Quem não sonhou com liberdade?
Quem não desejou um novo dia?

O sorriso renasce de verdade.
A saudade procura a fantasia.
A beleza está na simplicidade.
A criança é uma eterna poesia.

Em cada primavera brota o amor.
Fazendo da vida uma doce aventura.
Trazendo com ele brilho, luz e cor!

O coração esquece o passado e a dor.
E se entrega bravamente a loucura.
Cada beijo feliz se transforma em flor...
Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 09/07/2007 Código do texto: T558536
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito
ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

O AMOR

Posted by: Juℓi Ribeiro in , ,















O AMOR

"Um amor do passado é somente uma lembrança.
Um futuro amor é somente uma fantasia.
O amor verdadeiro vive aqui e agora"

~ Buda ~

Canção da estrela murmurante

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,

















Canção da estrela murmurante


Nós nos amaremos docemente,

Nesta luz, neste encanto, neste medo:

Nós nos amaremos livremente

No dia marcado pelos deuses.

Nós nos amaremos com verdade

Porque estas almas já se conheciam:

nós nos amaremos para sempre

Além da concreta realidade.

Nós nos amaremos lindamente,

nós nos amaremos como poucos.

no teu tempo.

-Lya Luft-

Mais sobre Lya Luft em

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lya_Luft

Mais um carinho...

Posted by: Juℓi Ribeiro in , ,














Meu querido amigo Gui do blog "As coisas do Gui"
minha querida amiga Luar Perdido do blog "Lágrimas de Lua"
meu querido amigo Marco do blog "A fonte que nunca seca"
me presentearam com o Fly Award.
Obrigado pelo carinho, queridos amigos!
Que bom ter amigos!
E é para Gui, Luar Perdido e todos os meus amigos
tão queridos
que dedico esta belíssima poesia:

"BENDITOS"
(Machado de Assis)

Benditos os que possuem amigos,
os que os têm sem pedir,
Porque amigos não se pede,
não se compra nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos,
os que falam com o olhar,
Porque amigo não se cala
não questiona nem se rende,

Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos,
os que entregam o ombro pra chorar,
Porque amigo sofre e chora.

Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos
que acreditam na tua verdade,
ou te apontam a realidade,
Porque amigo é a direção
é a base, quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos
de raízes, verdadeiros,
Porque amigos são herdeiros
da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade.

Entrego-me suavemente a tua lembrança

Posted by: Juℓi Ribeiro in ,


Entrego-me suavemente a tua lembrança

Hoje meu nome é saudade.
Saudade do meu infinito amor.
Saudade das lágrimas de felicidade.
Saudade da alegria transformada em dor.

A melancolia calmamente me invade.
Minha estrada é cinza e sem cor.
Procuro desvairadamente minha metade.
Que da primavera foi a mais linda flor...

Sinto vibrar sem censura a esperança.
Acalentando com ternura meu coração.
Trazendo a paz ao meu sonho de criança.

Entrego-me suavemente a tua lembrança
Sigo solitária, mas de repente na multidão...
Que doce prazer!Você me abraça e alcança!

Juli Ribeiro

Soneto publicado no Recanto das Letras em 04/07/2007Código do texto: T552375
Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar,
desde que seja dado crédito ao autor original
(Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro).
não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

"Blogue com Grelos"

Posted by: Juℓi Ribeiro in







A minha querida amiga Alice do blog "Detalhes"
me presenteou com mais este mimo.
Querida Alice Obrigada pelo carinho!

"O prêmio "Blogue com Grelos",
destina-se a distinguir a escrita no feminino,
em toda a net lusófona.
Não serão permitidas nomeações blogues de escrita
no masculino ou com participação masculina."
Devendo cada nomeada nomear 5 participações.
E o carinho desta querida amiga
fez o prêmio atravessar o oceano
e chegar as terras brasileiras...

Nas palavras do poeta:

Devo á mulher tudo que sou,
desde a minha infância até hoje.
A mulher abriu as janelas de minha visão
e as portas de minha alma.
Que seria de mim sem a mulher
a mulher-mãe,
mulher-irmã,
a mulher-amiga,
a mulher amada?
(Gibran)

FEEDJIT Live Traffic Feed

Buttons - Parceiros



BlogBlogs.Com.Br Poem Blogs -  Blog Catalog Blog Directory Assinar com Bloglines
blog search directory Blogarama - The Blog Directory Site Meter Add to any service